Feijão, arroz, batata, óleo de soja, macarrão, carne, legumes, frutas, chocolate, entre tantos, são importantíssimos gêneros básicos produzidos pela iniciativa privada cujos preços só aumentam quando por influência dos fenômenos da natureza tais como seca brava.

Portanto, são mentirosas as declarações do governador bandido Pimentel afirmando que a privatização de quatro companhias energéticas mineiras podem trazer riscos de tarifas elevadas. Sujeitinho ordinário, imprestável. Aliás, petista da gema nem entende de produtividade…!

Pra início de conversa, a CEMIG é acusada de praticar as cobranças mais caras do país. E ainda tem o agravante de que foi por culpa do Governo Dilma a disparada dos preços no setor. Para ganhar a eleição de 2014 ela reprimiu os obrigatórios reajustes e, hoje, o país amarga os resultados de sua desonestidade.

Mas é claro, o esbirro Pimentel vomita tais declarações defendendo interesses corporativistas. É bom que se saiba. Esse jornalista já ouviu de competentes engenheiros eletricistas denúncias de que, nos últimos anos, o Governo Mineiro , incluindo Aécio e Anastasia, vem se encarregando de destruir a CEMIG por ele transformada em cabide de empregos para abrigar nomeações políticas em detrimento à competência.

Portanto, tudo que esse chefe de organização criminosa está pretendendo é reforçar a especialidade do PT, sempre usando estatais para instalar nelas seus prepostos.

É de se lamentar apenas que o dinheiro arrecadado com as privatizações delas será empregado para cobrir rombos financeiros provocados pelo PT e que estão sendo presididas pelo governo corrupto de Temer que, juntamente com o partido dos vermelhos, destruiu o país.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail
rss