Queixa de uma leitora no Jornal Tribuna do Povo, de Dores do Indaiá, Alto São Francisco: “Um cão latindo 24 horas na cabeça dos vizinhos já é de enlouquecer, agora vejam 2,3,4,5,6,7…40 cães ( vídeo) neste terreno no bairro São José se os dois abaixo assinados e as ocorrências policiais que já foram feitas nao deveriam ser atendidas em favor do sossego de idosos, crianças, pessoas doentes, trabalhadores que desejam pelo menos o direito a dormirem.Os caes latem 24 horas 7 dias da semana,um coro enlouquecedor!!! Eles latem por qualquer sinal de pessoas caminhando na rua, no passeio, eles latem pelo barulho dos veículos, eles latem quando brigam entre si, eles latem qdo ouvem conversas de humanos, eles latem …eles latem…eles latem..”. Outra coisa que nos deixa impressionada é ter a confissão do cuidador do local que caes doentes estao em contato com os saudaveis. Absurdo esta despreocupacao tambem. Absurdo ainda maior é soltar todos depois nas ruas. Uma vizinha declarou: “imaginem o sofrimento desta volta as ruas sem teto, sem a certeza da alimentacao, sem protecao contra maus tratos e atropelamento..”

A cidade de 13.700 habitantes não tem um canil municipal e grande quantidade de cães de rua se abriga até no espaço exíguo da biblioteca pública, buscando comida e refúgio contra maus tratos. O prefeito, de segundo mandato, prometeu, em 2012, a construção de um abrigo para os animais, mas já caminha para seu último ano sem fazer nada. O terreno no São José onde se acham recolhidos 40 deles não atende as necessidades específicas e se transformou num verdadeiro inferno para os moradores. Nem abaixo-assinados, nem BOs à polícia resolvem o problema o problema que já se arrasta sem a sensibilidade do prefeito Ronaldinho…!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail
rss