NAU DE TEMER PERTO DE ESPATIFAR-SE NOS ARRECIFES

A estas alturas, um desnorteado Michel Temer comanda um galeão em mar agitado para cujos deveres jamais esteve preparado, nada mais se pode esperar desse almirante.  Mas o dito cujo, enquanto supõe contar com o apoio dos seus tripulantes piratas, dos quais sempre teme motins, busca salvar-se de morrer afogado em meio ao sacudir de ondas gigantes no oceano revolto. Deixa transparecer que todos afundarão com ele se a embarcação for a pique.

A bússola está danificada, mastros partidos e velas rasgadas já se encontram espalhados no convés! Mas ele, na tentativa desesperada de se safar, orienta o imediato de confiança, o bucaneiro Carlos Marun, pra dizer à tripulação que vai levar o navio a águas serenas onde carapinas farão as reformas nas rachaduras do casco. E promete, entre tantas coisas, recompensas vultosas a quem não participar de rebeliões.

Não obstante, completamente perdido e com a visão obumbrada pela névoa espessa da tempestade interminável, não vislumbra uma enseada tranquila onde lançar âncora. Nessas horas, inexistem alternativas de salvação! Ou cessa-se o vendaval ou será inevitável o estrondo da nave espatifando-se -se contra os arrecifes.

Com certeza, o naufrágio se dará! O galeão se rachará ao meio e submergirá com todos a bordo. Sim, posto não existir Estado legal que possa aceitar tamanhas afrontas. Algo explosivo está para acontecer.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail
rss