Pesquisas centralizadas em Vila Funchal

Não  há dúvida de  que, durante um  bom período, estará  interrompida a grande rotina de  isolamento na região dos elevadíssimos cumes da Serra da Mata da Corda e  maciços do “verdete”, cortados por uma malha de perigosíssimas e apertas estradas, entre os  municípios de   São Gotardo e Dores do Indaiá, no Centro-Oeste de Minas.

Aquelas antigas pistas vicinais se encontram, neste momento, completamente congestionadas pela considerável frota de veículos pequenos e pesados da  Gheofysical Global Service, empresa norte-americana concessionária dos direitos de prospecção de gás e petróleo, em toda a área.

A própria cidade de São Gotardo sente os reflexos positivos de tal movimentação iniciada em  27 último quando o Dinho’s Hotel, o mais tradicional da cidade,  a partir daí, esteve sempre com suas  dependências lotadas. No dia de ontem, 69 funcionários da equipe de pesquisa se encontravam lá hospedados.

A tecnologia empregada pela Global Serviçe é o sistema vibroseis, que coleta sinais  do fundo da terra provocados por abal

os sísmicos emitidos de sofisticados  equipamentos montados em cima de caminhões especiais.

Neste dia 8 último, um desses veículos – considerados muito pesados e de muito risco em perímetros urbanos, por emitirem vibrações capazes de derrubar casas – foi visto passando pelo centro de Vila Funchal (Gordura) cujo acervo de moradias antigas é protegido pela lei municipal de tombamento.

Segundo informou a vice-presidente da associação dos moradores locais, dona Lenina Carvalho, o pessoal da Gheofyzical, ao trafegar com esse pesadíssimo veículo dentro da vila, quebrou um acordo, feito dias atrás, de que o perímetro urbano seria poupado de qualquer risco.

Na oportunidade, o responsável pelos trabalhos de campo ainda garantiu que as pesquisas seriam realizadas a uma distância mínima de 150 metros, no sentido de se evitar riscos ao pequeno acervo. Imediatamente, a líder classista levou o problema ao conhecimento do prefeito Edson Cezário de Oliveira.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail
rss