Considerado uma carga muito pesada e difícil de carregar dentro do partido ao qual estaria, rotineiramente, desrespeitando em questões ideológicas, além de sua “arrogante centralização” em torno de projetos municipais (sempre em função dele) e também já visto no papel de contumaz inadimplente no pagamento das obrigatórias contribuições mensais atrasadas, em torno de R$ 23 mil, o prefeito Ronaldo Costa, “Ronaldinho”, de Dores do Indaiá, no Alto São Francisco, dificilmente permanecerá no PT.

Ronaldinho é fardo muito pesado e não quis atender PT para dispensar esposa substituir esposa

Ronaldinho é fardo muito pesado e não quis atender PT para dispensar esposa 

Ele vem, seguidamente, postergando sua saída, apesar das insistentes instâncias do próprio partido. No final da semana passada, após sua manifestação de aparente evasiva, o presidente da agremiação Edmilson Viana resolveu radicalizar e lhe concedeu prazo até as 15 horas desta segunda feira para ele se definir sem prejuízos ao mandato e sem cobrança dos débitos acumulados durante 13 meses. .

Mas deu tudo errado nesse encontro de segunda feira. Para surpresa de Edmilson, o próprio advogado do prefeito (do corpo jurídico da prefeitura) lhe apresentou um documento em cujo texto Ronaldinho solicitava sua assinatura de concordância, pois deseja figurar no conflito como se vítima de expulsão. A resposta foi um sonoro não acompanhado de sarcástica risada. O papel quase foi rasgado na frente do advogado. Sua expulsão está sendo planejada, sim, pelo diretório, mas por força judicial, sem perdão dos débitos.

Neste dia 25, entre 09 e 10h30m houve nova reunião, na Prefeitura, e a cúpula do PT concedeu mais uma semana de prazo ante sua alegação sobre a necessidade de consultar um advogado de BH, para avaliação sobre os possíveis riscos de perder o mandato (esse risco não existe). De qualquer maneira, dificilmente, ele continuará. Para isto se dar, terá de quitar todas as contribuições atrasadas, coisa que já jurou não fazer, em hipótese nenhuma.

“Ronaldinho” vem sendo freqüentemente instado pelo diretório do PT a assinar sua desfiliação. Nesta segunda feira, durante reunião, seu advogado (da Prefeitura) foi avisado sobre a hipótese de isto vir ocorrer até mesmo por força do processo de expulsão compulsória através do qual se anularia a ata ora o desobrigando de pagar os débitos atrasados, sem mais qualquer hipótese de acordo.

As incompatibilidades entre o governante e a cúpula petista dorense se iniciaram já no mês de maio do ano passado. Viana ocupava uma pasta municipal e dela preferiu se demitir após os primeiros sinais de que o mandatário desejava ofuscar a participação do PT em importantes projetos de interesse coletivo, sem dar nenhuma satisfação dos seus atos, como se agindo em total independência.

Os conflitos ganharam maiores contornos após as reportagens deste site denunciando claros sinais da prática de nepotismo do prefeito em privilegiar sua esposa com o cargo de secretária municipal de Assistência Social pelo qual ela recebe salário de  R$ 3.800,00. Mas durante o ano 2013 ela lá trabalhou apenas seis meses, não reside no município e mesmo assim recebeu o valor, integralmente, sem desconto.

Até hoje, o prefeito nada falou sobre a restituição dos valores a ela pagos, ilegalmente.  Procurado pela direção do partido no sentido de fazê-lo substituir a esposa, Ronaldinho não arredou pé de sua decisão em mantê-la. Coincidentemente, no exato momento do encontro entre eles, na manhã deste dia 25, chegava a este site notícia de que a secretária de Assistência Social não trabalhou na última sexta feira e nem nesta segunda.  Encontra-se na cidade de Contagem onde tem residência fixa. Como se verifica, um emprego apenas por conveniência.

Há poucos dias, quando a presidente Dilma Roussef se fez presente em evento para entrega de veículos a muitos municípios mineiros, apenas o prefeito representou o PT dorense, pois nenhum membro da cúpula quis comparecer. Não há mais qualquer espaço para Ronaldo, nas hostes do PT. Só não se sabe qual o partido o abrigará, no caso de sair. Pode ser também que ele prefira concluir o mandato sem registro em nenhum outro.

            Centroesteurgente@yahoo.com.br

 Facebook:  centroesteurgente wolneygarcia

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail
rss