Sucesso garantiu novo convite às meninas do Pio X

Sucesso garantiu novo convite às meninas do Pio X (clique na foto para ampliar)

O Programa Reinventando o Ensino Médio  dentro do qual o governo mineiro reservou criteriosa  importância  à área de “Empregabilidade Estudos Avançados em Ciências” vem transformando o Ginásio Estadual Pio X, de São Gotardo, no Alto Paranaíba, em afamada vitrine de ótimos resultados no campo de pesquisas científicas.

Por sua característica de incentivar a capacidade criativa dos alunos, o nível de aprendizado proporcionado pelo projeto  ultrapassa as expectativas. Os trabalhos em turma lá produzidos expressam o entusiasmo dos estudantes que, pela segunda vez, têm seus esforços reconhecidos na UFMG de BH onde voltaram a exibir resultados dos seus inteligentes  desempenhos,  dia 5 último.

Os temas apresentados ligados ao mundo dos esportes, mais especificamente ao futebol, valeram a cinco alunas do colégio o honroso e muito aplaudido terceiro lugar na classificação geral, além de novo convite para exposições em novembro próximo quando, segundo a professora Nilcilene Sousa, receberão o prêmio respectivo representado por uma bolsa de iniciação cientifica dentro da UFMG.

   COLÉGIO PIO X SE DESTACA  

Nilcilene busca o melhor para os alunos

Nilcilene busca o melhor para os alunos

Neste dia 5 último, durante a realização da II Mostra de Ciências da UMG, em BH,  cujo tema foi “Ciência e Tecnologia no Mundo dos Esportes, cinco meninas  do Colégio Pio X sob a orientação da professora  Nilcilene Sousa se fizeram presentes no Campus da universidade  e lá tiveram oportunidade de mostrar a um público seleto, inclusive através de maquetes, o quanto o mundo dos esportes está diretamente associado à química.

As alunas Jéssica Vieira, Hortência Melo e Raphaela Ribeiro, através do trabalho “Um Show de Bola, um Show de Química”, mostraram uma forma divertida para ensino dos conceitos de química e como ela está presente no cotidiano das pessoas, inclusive, no futebol. Para esta exposição buscou-se inspiração no jogo “Show de Milhão” pelo qual  se apresentou o tema polímeros no mundo do futebol, mostrando ser possível o trabalho de forma interdisciplinar, química, educação física e as disciplinas da área de estudos avançados em ciência.

O segundo trabalho selecionado para a mostra foi desenvolvido pelas alunas Camila Silva e Laura Castro e teve como título “Do Capotão à Jabulani, a Evolução das Bolas nas Copas do Mundo” e seu objetivo foi o de mostrar a evolução das bolas de futebol ao longo das copas do mundo.  As meninas Camila Silva e Laura Castro se utilizaram de maquete para melhor possibilitar a apresentação dos diferentes materiais utilizados nas bolas desde os anos 60 e 70 até então fabricadas de couro, mas com o  diferencial  de serem impermeabilizadas, ou seja, não ficavam encharcadas em campos molhados.

A partir dos anos  80 os materiais sintéticos começaram a ser usados na fabricação de bolas. O aspecto visual e a durabilidade do material conquistaram a atenção dos jogadores. Nos anos 90 foi  a vez dos polímeros! As bolas fabricadas a partir deste período ficaram mais leves graças à presença de polímeros. O poliuretano (altamente durável e leve) é usado como revestimento e nas camadas internas se emprega o poliestireno, as câmaras de ar (presentes no interior da bola) são de látex. Enfim, os polímeros chegaram para ficar. A prova disso é a composição das bolas mais modernas sob o revestimento de poliuretano nas quais se  emprega dez camadas de poliestireno e na câmara é usada a borracha butílica.1393658_681088941924650_1783468822_n

Este estudo também buscou apresentar uma forma interdisciplinar de trabalhar conteúdos de química, neste caso os polímeros, também nas disciplinas de educação física e nas disciplinas da área de empregabilidade de estudos avançados em ciências. A maior satisfação para nossa escola, conseguimos conquistar a premiação de 3º lugar para os dois trabalhos, estaremos indo novamente a BH em novembro para recebermos o prêmio que é uma bolsa de iniciação cientifica dentro da UFMG. Segue link onde esta o resultado,

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail
rss